27 março, 2010

Seguir...

É claro que isso também aconteceu com vc, ao menos uma vez...
Essa de chegar num ponto da vida onde jogam nas suas costas dois ou mais caminhos possíveis para continuar. E aí? Como saber? quando saber?
... sou uma criança de quase 20 anos e óbvio que eu ainda não tenho a resposta... talvez um dia se torne mais fácil... mais palpável... talvez eu passe a ouvir meu coraçao e minha cabeça e se Deus quiser, eles hão de querer a mesma coisa. O que dificilmente acontece... Geralmente meu coração grita por algo que eu, racionalmente, sei que não é o melhor. Mas... quem devemos ouvir e seguir?
Seguir o pedido do teu coração, morrer de amor, que seja por um dia, mas sentir-se completamente satisfeita... e depois, se desmoronar?
E se seguir pela razão... fazer o que convém às vezes sem emoção e paixão, consciente de que é o melhor... mas com a dor reprimidade e a vontade mais profunda trancada lá no fuuundo.
Algumas vezes eu tive que escolher e eu não sei se fiz a melhor escolha... sei que a maioria fiz com o coração. Isso me fez um pouco impulsiva, apaixonada.
Hoje eu tive outra vez que escolher um caminho... escolhi o caminho do meu coraçao, dos meus dias, do meu ar, da minha paz. Escolhi e pensei... acho que não são só momentos que nos pedem decisões... acredito que todos os dias temos opções. Acordar ou continuar dormindo, acordar esforçando-se em sorrisos ou fechar-se pra si e para o mundo... talvez realmente funcione assim... Talvez essa seja a vida. A vida e suas estradas...
Sei que Deus me espera em qualquer delas... sei que o que vai valer, não é a escolha mais adequada do caminho... mas a forma com que vou seguir e a forma com que vou abrir mão do outro lado. O que vai contar, é o valor que eu soube ou não dar a todas as opções e o respeito a elas dedicado.
Hoje eu decido pela paz... pela segurança e conforto de um coração quente...
... que as nossas escolhas sejam feitas pensando no bem, no bem do seu interior e dos outros. Que as escolhas sejam grandes e que sejam realizadas! Que elas caminhem com a plenitude do Pai e que esse andar carregue amor, e ainda, que este seja distribuído em suas formas mais raras e doces...
É importante não estacionar. Assim como esse oxigênio que circula a cada inspiração, sua vida precisa caminhar... e não siga o fluxo, siga o teu caminho!


viva arca


Essa música é de um filme simples, que adoro "o amor não tira férias". Gosto da sensação que ela passa,
Obrigada, queridos.

6 comentários:

vitor disse...

outro dia meu amigo escreveu no twitter: "Tenho que desaprender me dilacerar entre dois caminhos. Uma escolha e uma consequência, com gelo e limão por favor."

lembrou muito seu post. (:
agora vc é seguida pela pato! :*

Arca disse...

Patinho querido! vc sabe que eu adoro vc? vai ser convidado pro meu casamento, e pro pesar da Lindalva, não será com vc. kkkkkkkkk Brigadao, ja to visitando o seu blogzinho! Vou seguir! e por favor, tbm quero uma escolha e uma consequência, mas só se alguem disser que paga a conta!
:*

layre disse...

No more longing...
In my arms,my hugs there will be millions of hugs..tight hugs like this,silent hugs like this.Endless hugs and kisses and caresses....
:**

sandra Freitas disse...

Ai minha linda, eu sou uma criança de 32 anos e até hoje não sei se sigo meu coração ou a razão. Uma coisa é certa, seja qual for a escolha será sua, só sua. Ao menos isso vamos alegar "eu escolhi assim". Ninguém tem culpa.
As sementes d ontem são as flores de hoje e serão os frutos de amanhã. Mas isso não é o fim ainda há tempo de se semear mais...
(se coração ou razão) a colheita é sua, aproveite, isso é viver..
bjokas minha linda...

sandra Freitas disse...

Que delícia de comentário lá meu blog..amei.acho que estamos diante de uma alma poeta..., bora por essas letrinhas pra fora...
bjokas...

Diogo Alves Ferreira disse...

Muito legal esse texto
A reflexão que ele faz é muito estimulante

Você tem razão